+ textos

Atestado de Anonimato

Limpa os óculos na barra da camisa. Coloca as mãos no bolso. Com um olhar distante sai de casa. Bem cedo aquela figura patética descia a ladeira. Ele não se importava se estava frio ou se estava ameno. Caminhava com passos alternados, ora lentos, ora rápidos. Via pessoas bocejando por todos os lados possíveis, com olhares pesados, com olheiras profundas. Olhou pra si. Para aquelas pessoas ele era justamente o que elas eram para ele: anônimo. Naquele dia ele não ambicionava ser alguém, muito menos alguém importante. Não queria ser o cara, interessante, inteligente. Queria apenas ser mais um. Enquanto noutros dias queria ser lembrado, naquele dia ele queria ser esquecido. Tente ao menos entender, não é egoísmo. É apenas um dia de recesso.

16 comentários:

Dannyell disse...

hummm...
que misterio, sera que esse personagem nos revelara algo?

estamos na espera

parabens como sempre pequeno amigo grande, rsrsrsrs

se puder de uma passadinha la no meu blog,e deixe sua opiniao

abraços

Marco Schiavo disse...

Um dia de ficar sozinho... de sair correndo pela rua, mas sem ser visto.
Obrigado pela premiação.
Abraço.

Arthur Araújo disse...

hehehhehe... isso acontece comigo o tempo todo. Tem dias que me escondo das pessoas que conheço para nao falar com elas... é estranho, mas tem dias q me sinto confortável assim, na minha.

abs!! t+

Amanda_Bia disse...

ser só mais um... tô querendo isso também...
parabéns pelo certificado!
beijos!

Claudia Lis disse...

Oi Helder,

Claro que dá para entender sim! Alguns dias são assim mesmo. Parece que apenas estão nas nossas vidas para completar o calendário. E o meu último texto, que você acabou de comentar, é um pouco nesse sentido. Gostei do seu texto!

Ah e Parabéns pelo prêmio. Gosto muito daqui. Você merece mesmo!

Beijos

subby disse...

mas eh q tem certas pessoas q mesmo q mto queiram jamais serão esquecidas.. nem q seja por um dia.
*:

_______
obrigada meu anjoo!
eu te amo! :D

Myla_angel disse...

Momentos como esse são necessáriamente necessários e vagos...
Quase todos os dias me sinto como o cidadão que retrataste no texto.
As vezes é importante pra min me sentir assim..



Boms textos..


Sucesso!

:*

Criiis ;) disse...

Tem dias que eu também quero ser só mais uma, quero ser anônima. quero ser invisível. É como se assim eu pudesse pensar livremente, como se eu pensasse alto e sem censura, e ninguém se desse conta. É bom!
beijos querido!
:**

Enterufter disse...

Tem dias que queremos nos sentir invisíveis mesmo. Ja senti isso milhões de vezes. Tão natural quanto querer aparecer.

Ótimo texto, deixou um tom intrigante no ar.

Abraços.

P.S.: Tem pergunta pra ti lá no blog.

Jéssica disse...

Oi. Ótica de um míope? Gostei do seu título. De verdade. Sou míope e comumente rotulada de "sem educação". Só que o caso não é esse. Eu num enxergo mesmo ninguém do outro lado da rua... aí como sempre ando sem óculos... hehe.
Gostei do seu post. Ser mais um. Eu gosto de ser só mais um no meio da multidão. E essa imagem... o que exatamente é? Não dá pra entender. Talvez essa fosse sua intenção...

luma disse...

É preciso colocar a conversa em dia! Ouvir aquilo que grita em nosso íntimo!
Parabéns pela indicação! Beijus

Barão Van Blogh disse...

"...Vem ver a Lua envergonhada
Tímida junto das estrelas surgir..."

Boa semana .

Long disse...

boa seleção...

atualizei meu blog...

Scheidex disse...

Nossa... bem que eu queria... mas é dificil ser famoso né... hehehehe...
Bem legal o texto... gostei...
abraços
até mais...

Juliana Silva disse...

pra sair desse '14 modos de ver' ó eu aqui... =)

dificil é ser anonimo nessa ladeira... onde logo na esquina encontra-se o 'SUPERMERCADO GERAÇÃO' antiga 'padaria ceasa' e na outra esquina o 'colégio ideal', antigo 'centro educacional chic' e logo adiante o 'mercadin de gésso'... entre essas e outras...

auhauahuahuahuahauhauhauhauhauah

;*

Johnnatan disse...

Nó, parabéns, cara!
Com certeza merece!!!