+ textos

Em-baralho

Pensava esses dias como tudo que está bem pode ficar mal de uma hora pra outra. Tipo uma roda gigante. No meu caso, tudo não estava lá as mil maravilhas, mas a roda ainda estava girando. Caminhando por uma rua qualquer, vi um cartaz com os dizeres “sorte no jogo, sorte no amor” que me fez pensar se é possível ter os dois ao mesmo tempo e em harmonia. A maioria das vezes, quando o amor está bem, o jogo vai mal e quando o outro está bem, o um está mal. 

Quando os dois estão bem, o próprio indivíduo tenta desequilibrar pra viver. Trai o amor, rouba no jogo e ainda x possibilidades. O amor: pessoal, sentimento. O jogo: público, social, profissional. Se é que é possível escolher dentre tantos significados, a tradução de cada um destes dois. Parou! Não estou procurando significados. Na maioria das vezes significados ajudam, mas tratando-se de coisas tão complicadas eles só trariam problemas. Problema é a última coisa que eu preciso. Quero soluções. O mais rápido possível.


23 comentários:

Arthur Araújo disse...

Eu sou a própria roda gigante... hauahuahuhuauha, ninguém me entende, nem eu mesmo.

Agora, da pra equilibrar tudo sim, pq eu so assim, um sortudo q fez tudo por merecer. Eu vo atrás, luto e consigo.

É isso ai. Valeuzásso pelo presente, me sinto mto prestigiado. Veleu mesmo!!!

Abração!!

Dannyell disse...

vlw vlw vlw vlw vlw vlw


o palla que naum recebo premios antes de vc, para poder retribuir, mas sabe como gosto do seu blog, e de seus textos, vc eh um grande amigo que encontrei na blogosfera, muito legal...

abraços e vlw mais uma vez

Marco Schiavo disse...

"Roda viva, roda gigante, roda moinho, roda pião. O tempo rodou num instante nas voltas do meu coração."
E a vida roda, alguns sentem-se mal, enjoam, ficam tontos. Outros, desesperados, atiram-se da roda da vida. Outros esperam morbidamente que a roda pare, pra que possam descer. Outros fingem não ter medo quando a roda sai do ponto mais alto para o chão, e amarguram-se anos depois por repetir aquele trajeto sempre. E por fim, outros vivem cada subida e descida como se fosse única e nova, cada vez que a vida roda tudo muda.
Cara, ótimo texto.
Abraço.

subby disse...

serve sorte com os amigos?! :D

Mamanunes disse...

Olá amigo!
Andar já é consequência do desequilíbrio não mé mesmo?

Gostei demais do modo como descreveu a senhora gorda na porta da casa kkkkk "senhora de grandes proporções" é muito bommm!
bjk
;)

Lua Durand disse...

roda mundo, roda gigante.

roda moinho, roda pião.

-

eu sou a própria roda gigante também.

o tempo rodou num instante, nas rodas do meu coração.

muito lindo esse texto Hélder.

acho que devo estar com sorte no amor, pois hoje me ferrei na sinuca.

só encaçapei uma.

hahahhaa

beijo

Bernardo Lima disse...

fala aí, cara...
blz?
po mt bom esse post...

vlw pela homenagem aí...

mas e agora? o que eu faço?
rsrs
explica aê...
abraço!

Bernardo Lima disse...

"trai o amor, rouba no jogo"

ultimamente tenho pensado em coisas do tipo...

Amanda_Bia disse...

eu não tenho sorte nem no amor nem no jogo! sou um fracasso? mas me divirto mesmo assim! hehehe!
beijos!

Claudia Lis disse...

Olá Helder,

Parabéns pelo prêmio! Aqui vale a pena conferir mesmo!

E concordo que as vezes os significados trazem problemas. Muitas vezes quando pensamos demais as palavras e conceito pesam e acabam nos impedindo de viver de forma mais simples e menos preocupada. Ótima reflexão esse seu texto. Adorei!

Obrigada por marcar presença no meu blog

=)

Beijos

Johnnatan disse...

~Parabéns pelas indicações, cara!!


o tempo rodou num instante nas voltas do meu coração...

Criiis ;) disse...

E azar nos dois, vale?
:}

Meu querido, muito obrigada pela indicação!
Muito obrigada mesmo!
beijos :*

Bernardo Lima disse...

ta tranks...
mas como posto o selo no blog?
qual o código que vc botou?
pq o que eu coloquei aki ta dando m...
vou postar daqui a pouco os cinco que indiquei.
abraço, aguardo resposta!

Mapa do meu nada disse...

na verdade eu nunca tivemuita sorte em nenhum dos dois... mas tudo bem... talvez eu acredite ainda em felicidade plena

haiuahaiuhaiuahiauhiua

tigresse disse...

fazendo o joguinho da frase ;p :

agora tremia e ansiava por Bituca; os jornais falavam dele com grande expectativa.

(os sonhos não envelhecem, por márcio borges_

Alice disse...

adoro ler voce... tua alma me encanta !!! bjus no seu coração

Bernardo Lima disse...

sei kolé...
mas o código que estou pondo aqui ta dando erro direto...
vc colocou para inserir um javascript né?
se sim, qual o código que vc escrevu nele?

se não, o que fez?

abraço

•Gabi disse...

Esse post me fez lembrar de um livro de Steven King, eu acho..

Tuda história começa com rodas gigantes e roletas de sorte...
A roleta deu dinheiro, mas houve um acidente muito grave....

Nem sempre é fácil...

Beijo.

Enterufter disse...

Parabéns pelo prêmio!

E de novo a mesma balança da vida: o Jogo e o Amor. Pra mim, eles têm sinais contrários, se um é negativo o outro é positivo e vice-versa. Acho que é isso que dá o equilíbrio, o tom. É como você disse, se tudo está bem, o homem trai o amor e rouba no jogo. O natural é desequilibrar-se.

Vlw!

Ótimo texto e mais uma vez parabéns pelo selo.

Abraços.

César Fernández disse...

eu consigo manter os dois em harmonia:

Azar no jogo, azar no amor.

Belo texto, parabéns pela indicação, realmente vale a pena conferir teu blog^^

Carol disse...

Muito bom seu texto!
adorei seu blog. Interessante a forma que vc se descreve... somos dois míopes!


beijo grande!

menina lunar disse...

preciso desse equilíbrio!!

texto excelente.

beijo!!

Tami Nakamura disse...

eu estava aqui navegando pela internet,quando resolvi colocar o meu nome no google "Tami Nakamura",besteiras sabe?!hahaha,e de repente vi um site com meu nome,entrei.Vi minha foto?meu deus,fiquei feliz,muito feliz...são poucas as pessoas que dão os devidos créditos...demorei muito rpa fazer essa foto:)

já faz mais de um ano,mas só vim ver agora!
obrigada e um beijão.