+ textos

Sinceridade?


- Boa noitee auditório!
- Booa Nooiteee!
- Estamos começando mais um programa: S.S.: Seja Sincero!

[Palmas]

- Êeeeeeeeee
- E hoje, temos como convidada...A Dona Hilda!
- Êeeeeeeeee

[Palmas]

- Boa noite, Dona Hilda! Tudo bom?
- Boa noite! Mas você nem me conhece, porque pergunta se estou bem? Isso te importa mesmo? Ou é só mais uma etiqueta?
- É só uma forma de educação. Mas quem faz as perguntas sou eu, espertinha! – O apresentador engoliu seco. - O que a Senhora acha que é a sinceridade?
- É uma coisa que todos querem, mas nem todos suportam.
- Boa resposta. Pode nos dar um exemplo?
- Claro! Parceiros sempre cobram sinceridade um do outro, mas será que eles sabem o que querem? A mulher pergunta: “amor, estou gorda?” e o homem vê que ela está ganhando uns quilinhos. Vê-se num grande dilema: conselheiros em relacionamentos dizem que não é bom que os homens digam a suas parceiras que estão gordas, mas, por outro lado, dizem que a sinceridade é muito importante para um relacionamento. Vê só?
- Melhor ser sincero!
- Ah, falar é fácil.
- Mas, devemos ser sinceros! Isso é o honesto!
- Ah, é mesmo? A pessoa que escolhe ser sincera não dura muito. Você não entenderia.
- Como assim?
- Meu filho, sinceridade tem um preço muito caro. Nem todos estão dispostos a pagar. É assim que uma pessoa sincera vive. As pessoas pedem sinceridade, mas não sabem bem o que é. Sinceridade é o que há de mais puro, mas soa como impuro.
- Pode ser mais clara?
- Sim. Posso ser sincera?
- Claro! Afinal o nome do programa é: seja sincero! - Ele deu um sorriso mecânico.
- Você é a pessoa mais falsa que eu já vi. Perguntas decoradas, respostas manjadas. Tenta manter esse sorrisinho sempre, porque na tv você não pode ser quem você é. Tem que ser esse projeto de bozo. Oh, que patético. Onde está a magia de ser quem se é? Tão jovem e tão corrompido...

Houve um momento de silêncio.

- Chega! Já chega! Sua... - O apresentador pulou no pescoço de Dona Hilda. - Sua...

Estamos apresentando: S.S.: Seja sincero!
[Pequena pausa para os comerciais]

21 comentários:

Priscila Petrarca disse...

muito bom! realmente, ser sincero não é tão fácil quanto parece e nem todos temos tal dom.
gostei bastante do texto
beijão :*

Filipe disse...

interessante.
Eu gosto da sinceridade, mas tenho muito medo dela.

texto legal.

abraço

Annie disse...

Gostei imenso do que li.
Realmente nem sempre é fácil ser-se sincero, mas eu tento ser sempre ao máximo o mais sincera possivel, porque tambem gosto que sejam comigo!

um beijinho

Bernardo Lima disse...

hahaha
excelente idéia...
se vc fala pra namorada que ela engordou, acaba o namoro na hora...rsrs

aí, posso te pedir uma coisinha?
tem como vc fazer uma parada daquela que vc fez nos seus selos pra mim?
é que sou uma topeira com esses html e os lá do meu blog estão feios e desproporcionais...

ps: eu tenho vc no msn?
se não, add aí bpereiralima@hotmail.com

pedido 2: etra lá na comu que criei do blog e dá uma moral, mas só entre se gostar do blog, seja sincero :)

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=42970688

tem uns tópicos lá, não deixe de participar, vlw?

Abraço, amigo

Guerras Secretas disse...

Sinceridade, assim como amor e felicidade é uma coisa superestimada. Existe a cumplicidade de se ser sincero num relacionamento, mas a sinceridade apenas por idealismo de se ser sincero a todo custo não leva a nada, às vezes cria obstáculos e humilha ou magoa pessoas "inocentes". Ou seja, assim como uma faca de cozinha, a sinceridade pode ser letal se mal utilizada, ou pode te ajudar a preparar um prato delicioso. Sinceridade não é importante, o importante é saber ser sincero com quem merece sua sinceridade.

Fada disse...

kkkkkkkk

Adoreiiiiiiiiii

Mas imagina so vc sair por ai dizendo o que vc pensa para todo mundo!!!...Até pq ser sincero nao é criticar, não é tentar persuardir o outro a seu favor. Ser sincero e ser vc mesmo, ser quem vc é.

Essa semana aconteceu uma coisa engraçada comigo.

Eu coloquei no toque do meu "celulite" uma batidinha funk inocente, sem letra e tal.

Ai o meu cel tocou e eu nao estava na mesa. Uma colega de trabalho falou assim "Tata tá maior baile funk lá na sua mesa"...

Quando cheguei na minha mesa o celular nao estava mais tocando. Ai vem um ser denominada minha chefe que fala "Nossa nao esperava isso de vc, vc escuta esse tipinho de musica, logo vc uma advogada."

Cara...na hora queria mandar ela tomar ** .... mas abri um sorriso e falei, "pois é, pior que vc nao ta certa, sou uma advogada que tem mal gosto mas pelo menos sou sincera!! taí sou tbm a primeira advogada honesta!!!"...Ela calou a boca e saiu de fininho...

Sabe o que ela queria?!!! E Que eu colocasse "musica classica" no meu celulitico...

Ahhh Pára né!!!! Bem vindo a minha vida!!!!..rsrs

beijokasssss

Pétala Rubra disse...

Sinceramente... hein, moço...

Que texto divertido! rsrsrsrs
Simples, gostoso de ler, criativo.

Visitarei mais vezes!

Inté!
=)

Bernardo Lima disse...

Estou propondo uma troca de feeds com tds os parceiros do meu blog, pois só deixei os que realmente leio.
Portanto vim até aqui para pedir o link do teu feed [se vc usar], pois gostaria de participar de tds as suas atualizações, possíveis.

Peço que, caso não tenha me adicionado no msn, me adicione:

bpereiralima@hotmail.com

Lá poderemos discutir melhor essa idéia.

Caso não conheça, confira a comunidade do Reflexões no Orkut e entre, se quiser:

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=42970688

Grande Abraço, aguardo respostas!

- BiAaaAah* disse...

muitooooo boom! hahaha
sinceridade é tuuuuuudo nessa vida!
doa a quem doer! ;D
já te coloquei nos favoritoos!
até mais!
beijo

Bernardo Lima disse...

Meme pra vc no meu blog, se puder fazer...
Abraço

Jair Eduardo de Oliveira. disse...

Vc colocou bem: "Sinceridade é o que há de puro, mas soa como impuro"

- De que forma ela é pura?
quando parte de nós.
- E de que forma ela é impura?
quando a colocamos de uma forma tão franca que acaba por ferir as pessoas.

(E aí, devemos ser sincero ou falso?)

Digamos que não devemos ser falso, mas nao devemos dizer sempre a realidade. Às vezes, é necessario extraviar algumas informações.

(- Mas aí estarei sendo falso?)

Não necessariamente, pois você nao estará mentindo, vc apenas camuflará alguns pontos q nao precisam ser retratados!

ehhehehe!

Como vc mesmo disse, a sinceridade é o que todos buscam, mas nem todos estão preparado para a verdade. As vezes, ela pode doer!


obrigado pelos emails kra!!!

Jair Eduardo de Oliveira. disse...

- Gosto do seu blog.

atenção: Estou sendo sincero!

Tipógrafo disse...

Agente apredende desde muito pequeno a não ser sincero... as crianças, como agene pode observar, são puras e sinceras... mas levam pancadas a cada vez que colocam os pais em situação de constrangimento. É que no geral não conseguimos viver sem nossas hipocrisias... seja para manter nossos status, ou tirar proveito de alguma coisa. E nesse sentido, a sinceridade é um tanto perigosa. Ela nos desnuda.

Ps. vc topa fazer uma troca de links?
www.tipografiavirtual.blog.br

Tyler Bazz disse...

Tá vendo! Isso que dá ser sincero!!!

Óóóótimo texto!!!

o/

Priii! disse...

Nossa nada como encarar a realidade com comedia ne nao? a sinceridade é uma coisa mtu doida e poucos tem medo de encara-la...
mais vale ser honesto que ser mentiroso a vida toda.. mais cada um tem um tipo de sinceridade a que menos doi e valida1!!

Gilgomex™ disse...

sinceramente?

gostei!
especialmente da sinceridade do apresentador em pular no pescoço da dona Hilda.

Dannyell disse...

muito bom , defendo tudo que dona hilda disse...

mas sendo sincero, belissimo texto...

abraços jow

Scheidex disse...

tem presente pra vc no meu blog
^^
abraços

Lucas disse...

sinceramente, quem vc se considera ser? o entrevistador ou a dona hilda?
Infelizmente, por mais sincero que as vezes eu seja, boa parte da minha vida não consigo abandonar minha coleção de máscaras para que os espectadores da minha vida se interessem por ela... desventurado homem q sou!
Muito bom o texto.
Abraços (viu, coloquei um link do seu blog no meu, tá?)

Enterufter disse...

Simplesmente adorei o teto. Realmente as pessoas não sabem muito o que é sinceridade e nem eu pra ser "sincero"...acham que é o que elas querem ouvir e muitas das vezes não é.

Demais!

Abraços!

Fernando disse...

Olá, Helder! Gostei desse post. Ele, inclusive, versa com um outro post meu. Caso queira vistá-lo, o link é: http://colunafantasma.blogspot.com/2008/01/jornalista.html

Seu texto já foi perfeitamente ilustrado com texto de Alexandre Machado e Fernando Young no quadro O Supersincero, transmitido aos domingos, no Fantástico.

E pra concluir seu bom texto, cito a ótima frase que redigiste: "Sinceridade é uma coisa que todos querem, mas nem todos suportam.".

Obrigado pela visita à Coluna.

Abraços!