+ textos

Vida privada

Cada um de nós tem válvulas de escape. Quando precisamos nos livrar de alguma carga de emoções podemos escrever, desenhar, pintar, chorar, bater em alguma coisa (ou algo menos nobre, bater em alguém) e tantas outras coisas, afinal, cada um com sua mania. 

- Bando de malucos. Eu não sei onde esse mundo vai parar. Eu também estou ficando maluco. Todos lá, lindinhos, trabalhando. Não percebem que essa vida está consumindo cada um. Trabalhando compulsivamente, essa rotina miserável. Eu sou um ridículo compulsivo. Acordo e coloco um pé no chinelo (deve ser o esquerdo), depois olho embaixo da cama pra ver se acho o outro. Ando vagarosamente até o banheiro, pego a escova, coloco a pasta de dente, escovo os dentes olhando pra minha cara amassada. Tomo um café que eu mesmo fiz, ralo como sempre. Banho, terno e ah, claro a gravata; outro nome que eles arranjaram para coleira. Vou de ônibus até o trabalho, mesmo motorista, mesmo cobrador, mesmas pessoas, uma moça que fica sempre sorrindo pra mim, mas como eu estou indo pro trabalho atrasado como sempre, nem tempo de uma conversa, nem telefone dá pra pegar. Chego aqui, os mesmo colegas que só falam comigo quando precisam de algo, “bons dias”, e trabalho! Tenho que usar um sorrisinho amarelo de satisfação, pura falsidade e pra variar fico com peso na consciência! Uma vida não pode se resumir a isso. É, eu tenho um plano: vou acordar pulando, andar descalço. Escovar os dentes caminhando pela casa toda. Comer um McLanche de café da manhã. Comprar um carro, buzinar até a moça do ônibus descer, oferecer carona, declarar-me logo pra ela. Mandar meus colegas irem pra lá, dar um soco no meu chefe. É, parece razoável. E bem, vamos ver o que eu vou falar para ele: “seu abutre miserável, é isso mesmo que você ouviu. Cansei de você ficar me olhando com esse olhar de raio-x, com essa cara feia. Eu sou pontual e faço meu trabalho sempre. Sou amigável, mas não parece o bastante pra você. E eu não me importo mais. Cansei de insultos, esporros e etc. Isso aqui é pra você se lembrar de um funcionário infeliz [Soc!] 

(Reproduziu a cena dando um soco no ar)

- Perfeito. E o murro tem que ser bem forte. Daqueles de cinema, que o rosto dá umas 10 voltas. Otto levantou-se, limpou-se e deu descarga. Lavou as mãos, ajeitou a gravata e voltou pra sua mesa. “Você reclama demais, otário” saiu pensando com um sorriso cansado nos lábios. 


19 comentários:

Jair Eduardo de Oliveira. disse...

Olá Hélder,

Pois é, seria rídiculo se eu culpasse o sistema, mas parece que estaremos para sempre condenado a viver esse rítmo.

Todos os dias acordo às 07:00 da manhã para pegar o onibus às 08:15.
Dou bom dia ao motorista, e pago o cobrador com um vale chulo da empresa.

Chego ao trabalho com uma cara amassada e faço meia hora de leitura até o horario de pegar serviço.

Pego serviço as 09:30 da manhã e todos os dias a mesma rotina!

Vou para faculdade. Chego em casa. acesso a internet ( quando nao tenho trabalhos a serem feitos ) e vou pra cama... É sempre assim!

Gostei do texto, me identifiquei!

Você escreve muito bem, cuida até dos pequenos detalhes ( coisa q estou sempre esquecendo...)
abraço

Patinho Feio disse...

- não é supertição nem nada, mas se ele calçasse sempre o pé de direito, talvez seu dia melhorasse.
isso só foi para discontrair mesmo...
muitos vivem esta realidade, espero ser eu mesmo o meu patrão.
acho que isso é um sonho da maioria.
parabéns pelos detalhes descritos.
acho que isso faz uma grande diferença num texto, apesar de eu está aprendendo a não se prender a eles, já que sempre dizem que me apego a bobagens.
mas com você é diferente!
abraçoo.

obs: obrigado por ter me linkado.
que honra!

Scheidex disse...

REspondi o meme que você me passou
rsrs
depois olha lá
abraços

Enterufter disse...

Eu ache que cabe a pessoa decidir se tudo vale à pena ou não. A gravata pode ser uma coleira pra alguém mais um símbolo de vitória pra outro, vai depender de como o cara enxerga sua vida e se está satisfeito com ela.

Confesso que de vez em quando a rotina irrita msm, por isso seja sempre bom mudar, de vez em quando.

Abração Hélder.

Cada vez melhores os textos. Parabéns.

Fábio Ventura disse...

Não tenho tanta imaginação assim dentro do banheiro heeeh

Gracy disse...

gostei da parte da gravata e da coleira

]rsrs

Filipe disse...

sempre tive vontade de fazer isso: dar a louca e começar a fazer tudo diferente, muda os hábitos, apertar todos os botões do elevador, botar a blusa do avesso, vestir meias de cores diferentes... heheheh, acho isso muito válido. A vida não pode ser monótona. Tantas opções e a gente tem que escolher sempre a mesma (por que?). Ah, se eu saísse do banheiro...

Amanda Bia disse...

eu sei bem como é se sentir assim! com uma vontade absurda de fazer uma grande mudança na vida e acabar com uma porção de gente ao meu redor! acho que não existe uma pessoa no mundo que eu já tenha tido vontade de socar, hehehe!
mas essa fase ruim já passou, graças aos céus!
beijos!

Priscila Petrarca disse...

é, realmente a imaginação no banheiro voa solta! soaiusaiusoi
muito bom o texto.
obrigada pela visita :)
beijão

Flávia disse...

Olá....


É exatamente neste comodo que eu consigo ter meus pensamentos mais loucos.....

Adorei!

bjs

Lucas disse...

quem disse que vc é míope???
massa d+

luma disse...

kkkkkkkk
Otto tem dores de barriga ao pensar no chefinho??
Boa semana! Beijus

Biah disse...

Ouuuuwwwww...
Ele escreve beeeeeeeem...
Muuito bem...
E adorei a paradinha de que a gravata é um nov nome ara a coleira...
E não sou tão confusa...
Basta vc ler ouuutros posts para reparar...
Mas ontem eu precisava de bom...Um desabafo(ai que ridícula que eu estou sendo,espero que aguente)...
E toda vez que desabafo sai aqulela salada de maluquices...

Bom,obrigada pela visita...Volte sempre(aiii que coisa manjada)
Beijos;
=D

"Luc's! - c#Oca disse...

Fala cara!
..valeu pela visita e que bom que gostou. Ali tudo é vago e oco, como diz o nome, mas fico grato pela visita! Vou te linkar.

Abs

Bernardo Lima disse...

hahah
foda o texto..
pior que nem se pode fazer isso, pois vc vai perder o emprego e aí sim vai estar numa pior...

infelizmente o sistema nos sufoca e deixa nossa vida rotineira, mas sempre dá pra dar umas escpadas, no fim de smeana por exemplo.

Ps: vou fazer uma categoria sobre o que leio daqui a pouco e seu blog já é certo aparecer por lá.

Abraço

MH disse...

É isso aí> A vida é uma tremenda repetiçnao de atos.
Ja assistiu o filme FEITICO DO TEMPO em que o cara vive todos os dias o mesmo dia.
Pois é, isso é um retrato da rotina.

Siмpℓєsмєиtє disse...

Quantas mudanças por aqui
q bom!
sempre bom!!!

Bjo grande

rs

Criptografada disse...

http://criptografada.blogspot.com/

ESTE É MEU ENDEREÇO NOVO

Bom mudar
sempre bom
deixo de ser simples

mas conto com vcs

Bjo

Alice disse...

alguem já te disse que vc é bom nesse negócio de escrever ?????
cara, vc é bom demais !!
bjkasss