+ textos

Necessaire

Durante a vida carregamos toda sorte de coisas. Não só as palpáveis. Também os fatos, as lembranças, os conhecimentos. Nascemos nus e a vida vai nos “vestindo” e “equipando” de acordo com os ciclos.

Durante a infância carregamos os conhecimentos mais simples, os sorrisos mais sinceros, a curiosidade que mais interessa, a pouca responsabilidade, tudo “dentro de uma lancheira”. Mas, o tempo passa, e o que a vida vestiu em nós não cabe mais.

Chegam mais responsabilidades, curiosidades, algumas respostas, confusões mentais, conhecimentos aproveitáveis e alguns nem tanto, carregamos todos “dentro da mochila”. A famosa adolescência. Mas, o tempo passa, e o que a vida vestiu em nós precisa ser adequado.

A partir daí eu já não sei bem. Eu estou carregando a mochila ainda. Dizem que depois disso, adultos, as responsabilidades ficam com um peso considerável, os conhecimentos ocupam mais espaço, há lotação de lembranças, levamos tudo “dentro de uma pasta”.

Mas, eu digo que o necessário não pesa. Então, se você está carregando mais do que pode levar, melhor rever. A vida é dada a nós em doses calculadas. A capacidade de levar “bagagens” vai aumentando com o tempo, portanto, não se exceda.

(Até porque, se você ficar levando mais de 10 kg nas costas, é problema de coluna na certa).

_

E aí galera!
Desculpa a ausência durante esses dias, é que o meu pc "deu pau"...
Aí eu atrasei as visitas, comentários, etc...Então, desculpa!
Se Deus quiser, ainda essa semana o problema tá resolvido e eu voltarei a rotina de visitas, leituras e comentários em seus blogs!
Brigadão ao MH [BombaMH] pelo selo! Valeu mesmo! Esse aí é um dos blogs que eu mais gosto, engraçado pra caramba!


Sem mais, espero voltar logo, abração!

20 comentários:

Criiis ;) disse...

Minha coluna vive doendo. E olha que periodicamente eu procuro limpar a minha mochila, se é que me entende.
Mas ah, acho que ainda não estou na hora de carregar só uma pastinha por aí. Não eu, que gosto de carregar o mundo comigo.
Beijos!

Mapa do meu nada disse...

minha mochila tá rasgada, vai ver é por isso que eu ando esquecida ultimamente.

=]

gracy disse...

oops
comentei com o perfil errado

Esyath disse...

Míope,

meu companheiro, tem gente que tem uma carga tão pesada dentro de sua mochila, que precisa pagar taxa por excesso de peso... o pior é que a coluna fica sequelada até o fim da vida...
As vezes sabemos que certos pesos, dores e raivas de nada nos servem, mas nem sempre conseguimos simplesmente esquecer...

Abraços (Des)conexos!;)

Esther Soares disse...

mochila!!!
eu tou carregando é uma mala daquelas gigantescas!Aí não tem coluna que aguente...
Acho que não ia caber nada numa "pastinha". Quanto mais eu tento esvaziar minha mala sem alça, mais ela fica pesada.
Beijos, e não esquece de visitar a contadora aqui não, viu?!
:p

subby disse...

eu tô sinceramente carregando muito mais do q deveria..e me dói a mente.. e faz aquela confusão..
tô aí tentando me livrar desse peso morto..
espero sinceramnete conseguir.
:)

- BiAaaAah* disse...

Tá perdoado. Mas só dessa vez! :P


A minha necessaire fica pesada, as vezes! Mas depende do dia...

beijo

Vita Brevis disse...

É preciso carregar com mais cuidado aquilo que é invisível aos olhos e mais leve que uma pluma!

Adorei o post!

Beijos,
Rafa

Mr. Ziggy disse...

Eu não sei se vou ficar afim de carregar uma pasta. Prefiro merendeiras e/ou mochilas nas costas, daquelas bem práticas em que você carrega de tudo um pouco, sabe?

Metáforas interessantes! Abraço!

Flávia disse...

Tô quase me arrastando....

Trabalho com muitas responsabilidades e pouca grana....

Faculdade de calculos....

Vida amorosa.....

É amiguinho ainda tem a parte social da história, como faço pra enxugar um pouco disso???

Alice disse...

...e tu, não tens mais tempo de visitar os fãs ??? saudades de ti !!
bjkassssssssss

Dududa disse...

Minha mochila quebrou as alças, seá que as informaçoes andam quebrando elo comigo?, acho que não.
É talvez levar mais peso que o necessário seja pouco util, mas faz parte...
ótimo texto ;*

"Luc's! - c#Oca disse...

Na verdade você vai enchendo sua vida de bagagens durante anos. Mas o legal mesmo da vida é em certo momento - e esse só cada individuo sabe o seu - abrir as malas jogar tudo fora e estar pronto a reaprender a viver.

Ser uma criança sempre. Ser um adulto cheio de experiencia de bagagem é bobagem.

Abs;
Lucas

Fernando Locke disse...

A vida é uma viagem! em todo os sentidos! muito bom! essa mochila todos carregamos, e realmente, se o cara tá carregando pedras,o baguio fica dificil! abraço!

MH disse...

EU É QUE AGRADEÇO PELA TUA SIMPATIA, POR LER AQUELAS BOBAGENS NO MEU BLOG E POR SEUS COMENTARIOS SEMPRE SHOW DE BOLA.
Ah, e essa metafora de "a vida vai vestindo a gente conforme vamos crescendo" é brilhante. Pena que muitos adultos não aproveitam as vestes que a vida nos dá e vivem absolutamente nus de conhecimento.
Em todo caso, cada um sabe a bagagem que pode levar (so nao da pra andar de mochila vazia).
Abraços meu amigo!

Fernando Locke disse...

Yo! passe no meu blog! tenho uns selos pra vc! mas vá de terno pq a cerimonia vai ser bunita! abraço!

Fabio Martins (Dú) disse...

Sempre tento limpar a minha Nécessaire... mas as vezes não tenho tempo o suficiente pra faze-la do jeito certo... dai o que acontece, peso nas costas.

O importante é sempre...estar com a mochila, pasta ou mesmo lancheira aberta... pois senão completarmos cada fase passamos pra outra com as nossas respectivas vazias e ai o que temos?! Pessoas imatura, infantis... ou seja coisas desse gênero...

Tava sentindo falta dos posts...volta logo parceiro.
abraço

A Procura. disse...

AHh, não vale, você ja ganhou 2 selos e eu te deixei outro no meu blog
=/
acho que cheguei atrazada!rs
beeeijo;*

P.S.: Adorei o texto, bem pensado, essas bagagens cheias de bobagens né?! ^^

Liz / Falando de tudo! disse...

é verdade, a gente tem que se livrar de coisas no decorrer da vida, que nao sao exatamente necessarias, cpoisa que muitas vezes so pesam na nossa caminhada chamada vida.
Um abraçao, tô passando pra agradecer sua visita no meu blog, volte sempre!

Clau disse...

Pois é...
Adorei o texto. Vc já é um pequeno grande escritor, viu.
Bjocas :)))