+ textos

Pai.

Ele pulou a grade do hospital pra avisar que eu nasceria;
Ele agüentou as vezes que eu pedia colo;
Ele tentou até me ensinar a andar de bicicleta;
Ele me ensinou que toda ação tem uma reação;
Ele ficou nervoso com meu jeito desastrado;
Ele me ensinou que ‘sem querer’ muitas vezes não é o bastante;
Ele foi (e é) paciente;
E está sempre presente.


Nos momentos mas importantes as palavras sempre me faltam
Mas ainda acredito que tudo se resume em um 'Eu te amo'.

9 comentários:

Filipe Garcia disse...

Bela homenagem, Hélder. Certamente suas palavras e seus gestos superam qualquer tentativa de representar a gratidão.

Abraços.

Princesa Paty disse...

Linda homenagem, amigo!
Faço minhas as suas palavras.
Feliz dia dos pais a todos os pais.

Beijos!

Luifel disse...

É isso mesmo! Belíssima homenagem cara!

As atitudes dos pais marcam profundamente a vida de nós, os filhos, que seremos também um dia, pais!

Abção!

Dani disse...

Que lindo!

Amo muito meu Dad!

beijosssssssss

disse...

Pois é.

Bjo

Viviane de Campos disse...

então
adorei seu blog
vc só tem 16 anos mesmo???
q criatividade... como vc escreve bem...
adorei
Parabéns menino...
continue assim e logo sai um livro dessa sua cabeça genial!!!1

La Critique disse...

Só posso dizer que qualquer coisa realacionada a "pai" me emociona.

Não que eu não tenha um.

Dannyell disse...

uqe bonitim

Favoretto, Thais. disse...

Meu pai nunca me ensinou a andar de bicicleta.

criança sem infância. *o*