+ textos

Achados e Perdidos SA - Final

Acompanhe toda a história!
Parte I - Parte II - Parte III

-

O dia havia chegado. Somente Louise e poucos funcionários estavam no prédio, o que era muito bom. A sala de Otto ficava em frente à sala de Louise, sendo que possuía uma grande janela de vidro com persianas que, infelizmente, ficavam abertas. Ele sentava-se de costas para a janela. Louise controlava a entrada e a saída.

O pessoal chegava aos poucos. Louise estava ficando nervosa. Chegara o momento do primeiro café, às 9 h como estava previsto. Ela, excepcionalmente hoje, buscaria o café. Tudo ocorreu bem. De volta à sala, enquanto o tempo passava, Louise olhava o ator e pensava como a agência trabalhou bem.

Outro momento de tensão, às 10 h. O Big Boss havia chegado. Sem pensar duas vezes, Louise saiu correndo em sua direção e disse:

- Sr. Adolfo, me desculpe, mas o senhor precisa ver isso.

Os olhos dela faiscavam, revelando sua ambição. Puxou o chefão para a sala de Otto e, assim que entrou, apontou para o homem na cadeira, dizendo:

- Veja, como eu havia lhe prevenido antes, Otto estava tentando te enganar! Ele realmente não havia conseguido parceria para a empresa e colocou um impostor em seu lugar, enquanto tentava consertar o erro! Lá está o impostor! – Tropeçava nas palavras.

Ela só não esperava que o próprio Otto levantaria da cadeira, cumprimentaria normalmente o chefão, enquanto perguntava o que raios ela estava dizendo.

- Não me faça perder tempo, Louise! - Disse Adolfo, cuspindo fogo. E completou: - Otto, onde está o contrato?

A faísca reacendeu nos olhos de Louise e, juntamente ao chefão, direcionou um olhar sinistro para Otto. Este, calmamente retirou o contrato de dentro de um envelope que estava sobre sua mesa e mostrou para Adolfo, que deu um quase-sorriso e saiu da sala. Louise estava perdida, não sabia para onde olhar. Sua ambição em tomar o cargo de seu superior imediato a deixou em maus lençóis.

- Como? – Perguntou ela, com a voz quase sumindo.

- Você é esperta e deve compreender que a agência planejava me "clonar" e conseguiu um ator quase idêntico a mim. Eles me telefonaram ontem e me chamaram para uma reunião, onde eu fiquei a par do plano. Alguns deles primeiramente planejavam que eu viajasse e o "clone" ficasse na empresa, mas, eu e Benjamim optamos pelo contrário. Quanto menos pessoas soubessem, melhor. Quando Benjamim te pediu para que não entrasse na minha sala hoje, era uma medida preventiva. Para mim, restou instruir o "clone" sobre as minhas atividades e ficar aqui, quieto. Ele fechou a parceria e me mandou o contrato via fax, que substituirei pelo original assim que ele retornar.

- Engenhoso.

- Foi sim, e ainda descobri quem é você.

- É, vou arrumar minhas coisas. Acho que estou demitida.

- Deveria, mas, apesar de ambiciosa e desleal, você estaria certa ao dizer que faltou profissionalismo de minha parte quando deixei de viajar em prol da empresa para ficar bem com minha mulher. Logo, como nós dois erramos de alguma forma, estamos kits.

- O-Obrigada. “Amigos, amigos, negócios a parte”, não é?

- Não. Está mais para “mantenha seus amigos por perto e seus inimigos mais ainda”. – Disse Otto, sorrindo e virando-se para seu notebook.

4 comentários:

Filipe Garcia disse...

Muito bom, Hélder. Eu não esperava por essa reviravolta. Quem diria, hein? Louise se passando por uma "fiel assistente", enquanto, na verdade, queria abocanhar a cadeira do seu superior. Infelizmente, existem essas coisas.

Por fim, devo dizer que gostei muito da história. A narração ficou impecável e minha admiração pela sua escrita só aumentou. Você sabe mesmo manejar as letras, trazendo pros leitores histórias muito bem criadas.

Espero a próxima aventura de Benjamim!

Abraço.

P.S.: faça sua aposta quanto à história do detetive Benjamim - o meu, agora, rs. Vou gostar de saber o que se passa na sua cabeça!

Daniel Simões Coelho disse...

hahaha

o final surpreendente como sempre....

gosto de finais que sao bemmmmmmmm diferentes do que o autor nos conduz a pensar.

nao eh exagero, mas escreve bem pacas.


rsrsrs

abraços

Gustavo Hermes Soares disse...

Adoreiii...

'meio sorriso' é ótimo! xD
euheuheuehuehuee

Quase toda vez que venho aqui vejo um novo layout... Quem dera eu ter essa criatividade toda!

Abraços!

Crispi. disse...

Sempre surpreendendo no final heim, essa eu não esperava mesmo!
beijos