+ textos

Achados e Perdidos #2.2

[Espere! Este texto está na terceira parte. Se você ainda não leu, clique em I e II]
-

Edgar estava em sua sala com o mesmo estado de espírito dos últimos dias. Frustrado, e até meio amargurado, envolvia-se com os papéis de sua empresa. Quebrando o clima melancólico, sua secretária pediu licença e entrou.

- Este envelope chegou agora pouco, senhor Nolasco. – Disse ela.
- Traga-o, por favor, Sara! – Disse ele, curioso.

Após a saída da secretária, que também havia ficado curiosa, ele abriu o envelope que continha um panfleto:

CURSO DE DISCOTECAGEM PARA AMANTES DOS ANOS 80
É grátis! Venha nos visitar!”

Edgar memorizou o endereço e deixou uma trilha de papéis ao sair correndo de sua sala. Chegando ao misterioso local, ele se surpreendeu com o estabelecimento. Tudo era muito real: pessoas compravam discos (o famoso bolachão), outros conversavam sobre músicas e bandas, sem falar na decoração bem ao estilo “anos 80”. Ao entrar no local ele se direcionou a uma mulher que estava atrás de um balcão. Mesmo hipnotizado pela beleza e pela voz sensual da recepcionista, ele conseguiu se informar. Segundo ela, o curso teria a duração de uma semana e começaria sempre às 9h da manhã. Ao ver que o relógio atrás dela marcava 8h59min, ele se direcionou rapidamente até a sala informada.

Quando entrou, viu que a sala tinha vários alunos, de várias idades. O professor, um homem de gosto um tanto peculiar para roupas, cumprimentou os alunos e começou a falar sobre música. Edgar, fascinado, anotava todas as indicações de bandas e cantores que eram citadas pelo professor: A-ha, The Police, The Pretenders, U2, Men At Work, Guns 'n Roses, Duran Duran, Cindy Lauper, Dire Straits, Bee Gees, Michael Jackson e etc. Em poucos instantes, após a aula, Edgar recebeu uma ligação:

- Alô, Edgar Nolasco?
- Sou eu sim, com quem falo?
- Nós somos da Academia de Dança “Embalos de Sábado à Noite” e informamos que o senhor acaba de ganhar uma semana de aulas de dança em nossa academia! Venha se matricular imediatamente!

Meio afobado, ele anotou o endereço e pegou um táxi que providencialmente passava por ali. Após poucos minutos, ele chegou ao endereço indicado. Quando pagava a corrida, teve a leve impressão que conhecia o taxista de algum lugar. Abandonando essa idéia, ele caminhou até a misteriosa academia, de onde uma mulher simpática sorria para os visitantes. Mais uma vez, ficou surpreso com o local e com as pessoas, pois esperava algo bem mais simples e em tom de encenação.

Por uma semana, todos os dias, Edgar teve aulas de dança no estilo discoteca. Apesar de um tanto tímido e desengonçado, ele procurava aproveitar cada momento de daquele novo hobby. Também em seu curso de DJ era o mais interessado de todos. No último dia dos cursos, ao terminar a aula de DJ, o professor chamou atenção de todos para um anúncio:

- Vocês terão a primeira oportunidade de colocar em prática o que aprenderam: nós fomos convidados para fazer uma apresentação num grande evento.
_
[Continua! Não perca a última parte deste caso!]

3 comentários:

Anônimo disse...

Não me mate de curiosidade e escreva logo o fim...rs...;]

Anônimo disse...

Vixe nem me identifiquei...rs..
Tekinha..
=P

Anônimo disse...

Tipo assim... já até criei biotipos mentalmente pros personagens. kkkkkk... o Edgar eu já vejo como aquele camarada gordinho do filme "Hich: o conselheio amoroso". ahsuahushausa... muito bom, Heldão!


(identificando: droooooga, maaaan)