+ textos

Ensaio sobre a correria

Correria não é simplesmente status, tornou-se um complexo sentimento. É a sensação de estar perdendo tempo e que deveria estar fazendo algo mais importante, não dando importância a nada no final das contas. O “Carpe Diem” e o “2012” se fundem numa verdadeira bomba nuclear, atingindo uma grande proporção de pessoas, inclusive seus descendentes. Acho que já fui atingido.

O descanso parece inútil visto as necessidades e os planejamentos. Fazer uma coisa de cada vez também não parece interessante. Dobram-se as atividades, tarefas, exercícios para “aproveitar o tempo”: estudar enquanto come, ouvir música enquanto escreve, conversar com dez pessoas ao mesmo tempo, dormir enquanto planeja o dia seguinte...

De amor a ódio, de felicidade a tristeza, de ânimo a desânimo, tudo isso em segundos. Os sentimentos conhecidos também reagem ao novo sentimento de correria. Trocam-se os amores, trocam-se os valores, troca-se a vida pela sensação (muitas vezes falsa) de proveito. A vida não é mais um filme, transformou-se num trailer.

Um momento. Tentando tirar proveito de tudo não se aproveita nada. Um exagero de proveitos não serve, vão se acumulando e nunca serão usados. Quantas tentativas frustradas de traçar quadros de horários? Graças a Deus, frustradas. Sinto-me um idiota por tentar marcar o tempo. O improviso é melhor que o combinado na maioria das vezes... Com prática, todas as vezes.

8 comentários:

Glauber disse...

Hahahaha!
Meu quadro de horários foi abandonado na semana em que foi feito!
Gostei, man!

Thiago disse...

Ótimo texto, San.
A ansia por fazer várias tarefas ao mesmo tempo, nos aprisiona aos poucos nestas tarefas que fingimos fazer...
Assim caímos no risco de passa a vida atarefados. O que é pior passar pela vida e nao vivê-la.

Valeu...

@jujubahia disse...

Por isso que eu levo a vida a la Caymmi... um dia pra vadiar, água de coco e uma tarde sussa em itapoã =P

;**

mauricioxanabruta disse...

Bem legal, damos a vida por alguns segundos... tenho um poema que também fala disso, tem passagens parecidas.

disse...

É verdade planejamos fazer muitas coisas e não final das contas não fazemos nada...
É tanta correria que nem da pra respirar direito!
Os dias estão passando rápido de mais e as coisas parecem estar do mesmo jeito.

Muito bom post!

Palhaço disse...

planejar pra que????
nao sabemos o que nos espera quando dobrarmos a proxima esquina... a vida eh um improviso! belissimo texto!

Lucas disse...

"Só nas horas de ócio se fazem coisas excelentes" André Gide
Não me pergunte quem é esse cara, mas ele ia curtir seu texto, Heldão! ahsuahsuhasua... curti também, mas eu sou muito chato e tenho tr~es relógios. huahsuhaushausauhsas

Abraço!

Lua Durand disse...

Ah! Eu nem arrisco mais o meu quadro de horários, o último que fiz durou apenas alguns minutos. E eu percebi que de fato eu não tenho tempo.
Acho que para alguns [será que para mim também?] a vida passou de um trailer para uma breve cena.
Essa correria por vezes torna as coisas mais banais.
O que fazemos? Além de ir de encontro a tudo isso!
Gosto da acidez das tuas palavras.
Tempos que não passo aqui, em?
Cheiro nos olhos, míopes.
Até.